sexta-feira, 23 de novembro de 2012

O sonho de Maribel


Escrevi o poema que vou postar quando era bem pequena. Não sei bem, mas acho que eu devia ter uns 7 anos de idade. Lembro que minha mãe achou lindo e mostrava pra todo mundo, levava junto na carteira, em um papel que imprimi em letras cor de rosa e lilás. 
Logo que o escrevi, lembro que transcrevi utilizando uma máquina de escrever do escritório dos meus pais, e que só tinha tinta preta e vermelha, o melhor que podia ser feito era posicionar a fita de tinta para que a letra saísse metade preta e metade vermelha, eu achava o máximo! - certo, não sou tão "do tempo antigo" assim, mas tínhamos em casa, digo, no escritório, e eu adorava brincar de escrever naquela máquina.
Quando meus pais compraram o primeiro computador da casa, passei a brincar de digitar nele, é claro. Transcrevi todos os meus escritos, agora podia utilizar a cor, a fonte, o tamanho que eu quisesse! Detalhe que minha fonte favorita era Comic Sans MS, assim como já foi de muitas pessoas, eu sei, o que a tornou tão conhecida e enjoativa, hehe.
E assim, o imprimi, e minha mãe passou a carregar junto com ela e agora lembrei de postá-lo, diretamente do meu arquivo:

O SONHO DE MARIBEL

Maribel tinha um sonho,
O sonho de Maribel
Era um sonho tão lindo
Ela queria ir para o céu.

Ela era sonhadora
E queria tornar realidade
Assim ela seria
Muito feliz de verdade.

Quando ficou velhinha
Esse sonho ainda tinha
Mas quando pensava nele
Ficava muito tristinha.

Ela ficava triste
Realizar seu sonho não iria poder
Se ela quisesse realizar
Teria que morrer.

Até que chegou o dia
Um dia muito triste
A pobre Maribel
Havia morrido de velhice.

No dia em que morreu
Ninguém por ela chorou
Porque naquele dia
Seu sonho realizou.

:)

2 comentários:

hoshilu disse...

hahaha ganhou um 10 certamente. :D

leonardo brasiliense disse...

credo, 7 anos, tu eras uma trágica hein!